Escola de Música da AMC

Associação do Movimento de Compositores da Baixada Fluminense

Sede antiga

 A AMC – ASSOCIAÇÃO DO MOVIMENTO DE  COMPOSITORES DA BAIXADA FLUMINENSE é uma entidade sem fins lucrativos, criada e legalizada em fins de 1991, localizada em São João de Meriti – Baixada Fluminense – RJ

 A partir de uma pesquisa, entendendo a música como uma das mais fortes expressões de afirmação de nosso povo, fomos encontrando na Baixada Fluminense uma série de compositores/poetas - pedreiros, pintores, ambulantes, metalúrgicos, etc . – que fazem da música sua maneira de falar/pensar o mundo.

 

Esses trabalhadores foram criando uma sistemática de encontros que resultou na realização de um CD e na organização de uma Associação.

 

No processo de feitura do CD 2 coisas acabaram dando a direção “do que fazer” da AMC. Uma delas foi a ausência de instrumentistas que pudessem acompanhar os compositores- com um mínimo de qualidade - que suas músicas pediam; e uma outra foi a total carência de oferta de lazer, informação e cultura para as crianças e jovens da Baixada Fluminense.

 

Durante os encontros dos trabalhadores/poetas, a partir de depoimentos sobre seus filhos, vizinhos, netos, escolas, etc. fomos observando a difícil realidade das crianças e jovens da Baixada Fluminense.

Sede atual

Alguns projetos desenvolvidos na AMC: Escola de Música / Formação de Monitores de Música / Formação de Professores de Música / Oficinas de Samba e Choro / A AMC na Escola Pública / A Escola Pública na AMC / Troca de Saberes / Oficinas Lúdicas /  etc...

Oficina de Samba e Choro -  Trazemos para nossa Escola, compositores e músicos respeitados e reconhecidos por seu envolvimento com nossas raízes culturais. Estes artistas são sempre, e somente, acompanhados pelos instrutores – em seu processo de profissionalização.  Com isso estamos dando condições de se aperfeiçoarem, verem seu trabalho reconhecido e receberem um cachê.

Eventualmente são convidados por esses músicos para participarem de shows, gravações e apresentações, iniciando assim sua entrada no mercado de trabalho como músicos. A partir daí vêem seu trabalho reconhecido, aumentando sua auto estima e respeito e são muito valorizados por seus familiares, professores e comunidade em geral.

Alguns convidados: Turíbio Santos / Nei Lopes / Zé da Velha /  Ademilde Fonseca / Wilson Moreira / Nicolas Krassic / Daniela Spielmann / Nelson Sargento /  Marcos Sacramento / Nilze Carvalho / etc.

AMC na Escola Pública - Mensalmente grupos de alunos fazem apresentações em Escolas Públicas da região.

A Escola Pública na AMC –  Escolas da região levam seus alunos para conhecerem nosso espaço e nestes momentos preparamos apresentações e oficinas musicais.

“...ah, meu samba

          tudo se transformou...”          

                              (Paulinho da Viola)

O projeto Escola de Música da AMC teve início em 1998, e vem dando às crianças e jovens, em situação de risco, uma alternativa de informação e formação profissional.

A Baixada Fluminense


A imagem da Baixada Fluminense ficou consolidada como uma região de grandes problemas sociais e de violência urbana.

Com a miséria, o desemprego e a violência tomando conta, o que resta para as crianças de um bairro da Baixada Fluminense? Com os pais fora de casa na luta pela sobrevivência, restam poucas opções às essas crianças que, muitas vezes, acabam caindo no caminho da marginalidade.

 

Como trabalhamos com crianças e adolescentes de baixa renda, nos deparamos com o problema da profissionalização. Muito cedo esses adolescentes se vêem obrigados a abandonar seus estudos, tanto em suas escolas regulares, quanto na Escola de Música, por conta da dificuldade financeira enfrentada por suas famílias. Temos mostrado, através de nossos projetos, que a música é uma alternativa profissional.

 

A AMC, desde que foi criada, teve a preocupação de ser montada por pessoas da própria região. Todos os que hoje aqui trabalham são fundadores. Todos os professores foram formados na própria Escola de Música.

Nosso trabalho está diretamente ligado às raízes da cultura brasileira

 

 

Procuramos recuperar um estilo de música que não tem mais espaço nos meios de comunicação, portanto, as crianças não têm acesso, principalmente as crianças da Baixada Fluminense que só têm o rádio e a televisão como fontes de informação.

 

Temos lá o estudo de violão 7 cordas, violão 6 cordas, cavaquinho, percussão, flauta doce, flauta transversa, clarineta, bandolim  e teoria musical.  Todos os nossos alunos lêem partitura. 

 

É muito gratificante vê-los, espalhados pelo quintal, com suas partituras estudando Pixinguinha, Cartola, Nelson Cavaquinho, Waldir Azevedo, Chiquinha Gonzaga, Monarco, Jacob do Bandolim, Tom Jobim, Wilson Moreira e tantos outros grandes mestres que temos.

O projeto se desenvolve na sede própria da AMC, em uma ampla casa, com um grande quintal totalmente arborizado. Nosso espaço é todo adaptado para portadores de necessidades especiais.

Nossa Escola de Música funciona de 2ª à 6ª feira das 8:30 às 17:30 horas.

Geralmente os alunos estão na Escola de Música diariamente. Nossa Escola tornou-se um lugar de encontros, de estudos, de lazer, de entretenimento e informação.

 

Procuramos sempre estar atentos à evolução dos alunos nas suas escolas regulares. Se o aluno apresenta-se sem estar matriculado em uma escola regular, firma um compromisso de retorno, sendo condição para sua continuidade na Escola de Música.

Formação:

 

Monitores – Aprender a estudar é fundamental no processo de aprendizado geral, não apenas para a música.  Nossos monitores ajudam os alunos iniciantes a estudarem. Os monitores são escolhidos a partir do dom musical, da atitude solidária e os com maiores dificuldades financeiras. Os monitores recebem uma ajuda de custo e reservam horários para suas atividades escolares. A monitoria estimula uma futura formação profissional.

Instrutores -  Quando o monitor passa por esse período de “prática de ensino” ele começa a ter suas próprias turmas, se transformando em instrutor e passam a receber um salário.

Grupos Musicais:

Nossa metodologia é a de trabalho em grupo. Através dela atacamos de frente atitudes que levam ao individualismo e a disputa. Em nossa Escola, os pequenos músicos percebem, desde cedo, que é na harmonia dos instrumentos tocados, que a música fica mais bonita. Percebem que a melhor interpretação depende de todos. Assim eles já trabalham de forma coletiva, aprendem a discutir, a ouvir, debater idéias, percebendo também que, embora mais difícil, o resultado do trabalho coletivo é superior ao trabalho individual.

Temos vários grupos formados: Grupos de Samba / Grupos de Choro / Orquestra de Cordas e Sopros / Orquestra de Percussão “PANDELOUCOS” / Flautistas da AMC / etc. 

Estes grupos fazem apresentações em eventos, praças, em suas escolas, centros culturais, etc.

Oficinas Lúdicas - Trazemos, para nossa Escola, artistas envolvidos com outros tipos de atividades culturais. Ex: circo, cinema, teatro, etc. Estes artistas se apresentam e conversam com os alunos, sobre seus trabalhos.

Nosso objetivo é levar os alunos a conhecerem diversas formas de arte, ampliando assim seu conhecimento cultural e sua sensibilidade.

 Teatro 

Em nossa Escola de Música, procuramos recuperar nas crianças o gosto pelo conhecimento. Enquanto trabalhamos individual ou coletivamente, vamos, dentro do universo delas, respondendo e colocando novas indagações.

 

            Nosso universo base é a música, mas ela não se resume às notas da partitura.

 

A música é uma linguagem e como tal mais ampla,

mais complexa, que carrega dentro a emoção e o prazer.

Para o seu desenvolvimento é necessário participar desse mundo de leituras, conhecimentos e informações. 

 Além das aulas de música, trazemos informações através de programas de vídeo, palestras, cursos, intercâmbio com outras escolas, passeios, oficinas, etc.

 

Constantemente aprofundamos discussões de temas fundamentais na formação da cidadania:

 violência doméstica, abuso sexual, desemprego, gravidez na adolescência, drogas, ecologia, voto, etc.

 

 

Esta é nossa maneira de combater a violência!

Esta é nossa maneira de lutar pela paz!    

apoio